História

A origem da população além das tribos caiapós, que aqui viviam nessas terras no tempo das entradas dos Bandeirantes e dos mineiros a caminho de Goiás e também nesta região a exploração de diamantes, os garimpeiros adventícios que foram os primeiros que povoaram aqui, por volta de 1830. Naquele tempo quase sertão, era em grande maioria, mineiros e em partes paulistas. Após a libertação dos escravos, foi colonizado também por poucos estrangeiros, como os italianos, espanhóis e portugueses.

Com esses garimpeiros nasce o “Garimpo do Sapucaí”, nome não oficial, mas que se manteve por muitos anos, até o crescimento do povoado (1874), logo foi chamado de “Nossa Senhora do Patrocínio de Sapucaí”.

Em 1885 o nome foi reduzido para “Vila do Patrocínio do Sapucaí”, depois município de “Patrocínio do Sapucaí”. E foi no dia 1° de janeiro de 1949 que foi denominado Patrocínio Paulista.

Há séculos nossa região era abundante de matas virgens, pela fertilidade de suas terras irrigadas pelos córregos e rios, era chamado de “um verdadeiro paraíso terrestre”.

O Município de Patrocínio Paulista localiza-se a nordeste do estado de São Paulo aproximadamente 400 Km da Capital. Sua localização mais precisa se define através do meridiano de Greenwich, pelas coordenadas 20°31’ latitude sul e 47°08’ longitude oeste, estando este setor geográfico posicionado a uma altitude de cotas variáveis entre 600 e 1.000 metros em relação ao nível do mar.

O Município é considerado a terra do diamante, foi no rio Santa Bárbara e no rio Sapucaizinho outrora chamado de córrego do Patrocínio, rios que cortam o município que apareceram os garimpos de diamantes.

O município possui 12.183 habitantes (IBGE, 2007) em uma área de 611 Km², sendo 80% residentes na área urbana e 20% na área rural.

Seus relevos topográficos estão configurados como ‘Planalto Paulista’, formado por ondulações de colinas em 90% das áreas, sendo os 10% restantes marcados por serras.

Patrocínio Paulista faz divisas com: Franca, Ibiraci, Capetinga, Itirapuã, São Tomas de Aquino, Altinópolis e Batatais.

O clima tem características como tropical de altitude, sendo que a temperatura média anual é registrada na faixa de 24° C” pluviometria anual de 1.500 mm.

E por fim, os solos são predominados pela formação latossolo vermelho-amarelo, a paisagem agroecológica é definida com a cultura de café, cana de açúcar, pastagem, citricultura, cerrado e floresta de planalto.

LOCALIZAÇÃO: Nordeste de São Paulo

[sc_embed_player loops=”true” autoplay=”true” fileurl=”http://patrociniopaulista.sp.gov.br/wp-content/uploads/2014/04/musica.mp3″]